Pão caseiro, mesmo

Conversas_Contagiantes - LIVE
19.04.20


No Domingo de 19 de Março, a Conversa_Contagiante (sem vírus) foi à tarde, no Instagram da Cabelos Brancos. A convidada foi a Karina Nobre - uma padeira da cidade que se dedica ao fabrico e entrega de pão de fermentação natural. 
Nesta segunda conversa - sempre interativa e participada pelos os que nos vêem e ouvem - demos a conhecer este pequeno negócio da Karina.
 
Quisemos saber:
 
1. Que pão é este, que foge ao modelo industrial de produção deste alimento quotidiano? 
 
2. Quais os benefícios do pão de fermentação de natural?
-fabrico
-transporte
-consumo (saúde)
-ambiente (anti-desperdício)
 
3. Como podemos fazê-lo em casa: ingredientes e procedimento passo a passo (toda a info já disponível aqui, no Instagram da Cabelos Brancos)
 
Quisemos aprofundar o enquadramento cultural do pão:
 
1. o pão enquanto alimento que facilmente une gerações - meio de subsistência e de construção de uma ligação emocional intergeracional 
 
2. o pão gerador de uma carreira profissional - a figura da padeira ou do padeiro, com uma visibilidade e importância sociais que foram variando ao longo do tempo; como a profissão de padeiro(a) evoluiu e se transformou
 
Quisemos dar-vos a conhecer a história da Karina: da moda à panificação
 
Quando falámos a primeira vez, a Karina disse algo muito curioso “Estar envolvida na indústria da moda tornou-se um dilema para mim. Queria fazer face a necessidades reais para um mundo tangível.”

 


Não percas a próxima Conversa Contagiante, para que possas participar, em direto, com as tuas perguntas, dúvidas ou opiniões!